Viajando sozinha e a Resiliência

Resiliência – Adaptação

Quantas vezes você deixou que situações diferentes das planejadas frustassem seu dia? E viajando sozinha?

No último domingo de Agosto/19, fiz uma trilha que estava planejada há mais de mês é, no dia o clima estava assim, chuvisca e para, sem sol nem céu visíveis.

Frases que ouvi:

“Nossa que climinha hein?”

“Poxa, mas está chovendo bem hoje?”

De nada ia adiantar reclamar, vida e ou descontar em alguém. O controle clima não está em nossas mãos, mas o que fazer diante da mudança sim.

Se estivesse sol, essa foto não ia ser tão linda quanto eu achei, justamente pelo efeito da neblina.

Se estivesse sol, talvez não aguentasse os 9 km com ele esquentando lá em cima, eram poucos trechos com sombra.

Viajar sozinha tem dessas coisas, ou enxerga o positivo e curte, ou volta frustrada e desperdiça seu precioso tempo e humor.

Convenhamos que nada melhor do que a experiência viajando sozinha para aprender, se nunca sair do lugar, se nunca errar, se estivesse sempre evitando situações adversas, o que eu teria aprendido?

Ou o que eu teria para contar aqui neste blog para vocês? Dividir o que eu penso e como me virei nas diversas situações (boas ou não) é a maneira que eu encontrei para conseguir ajudar de alguma maneira as mulheres a viajarem mais e melhor.

Assim como nas viagens, vou adaptando o conteúdo à vocês, suas lindas!

Me contem: o que mais vocês gostariam de ler por aqui?

Cursos:

Viaje Pagando Menos

Vamos Viajar?

Como viajar para qualquer lugar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.