Planejamento Pré viagem – 5 Passos para não perder promoções

PLANEJAMENTO PRÉ VIAGEM

5 passos de planejamento pré viagem para você nunca mais perder uma promoção de viagem para o destino dos seus sonhos! O que fazer antes de montar um roteiro de viagem.

Já deixou de aproveitar uma promoção por que não estava preparada? Já pensou em se planejar?

– Mas como vou me planejar para promoção se nunca sei quando vai ocorrer?

Pois então, é justamente para estas surpresas boas que você deve se preparar também!

Sempre ouvimos sobre plano B para caso algo dê errado mas, e se der certo?

Vamos supor que o destino dos seus sonhos, cuja moeda local está valorizada perante a nossa (Real), que os vôos para este destino estejam sempre em um valor elevado (para o seu bolso) e DO NADA uma cia aérea abre rotas para este destino e lança vôos promocionais a preços atrativos.

Você:

A- senta e chora porque não tem disponibilidade das datas;

B- senta e chora porque não consegue comprar agora;

C- senta e chora porque ou compra a passagem ou compra a moeda local;

D- compra sem medo, afinal está planejando desde sempre essa viagem.

Tirando o fato de que talvez você não consiga uma flexibilidade nas datas dos vôos, o obstáculo da compra da moeda e da passagem já deveriam estar superados, concorda?

Pensando nisso, bolei uma estratégia com 5 passos e quero dividir com vocês para que possamos cada vez mais explorar esse mundo.

PASSO 1 – Definição do objetivo e motivo

Para onde e por quê?

“Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve. – Lewis Carroll”

Desde o ano passado (2018) coloquei na minha cabeça que eu quero e vou me dar de presente uma viagem para a Islândia (onde) por inúmeros itens que me atraem naquele país e quero ir na época de ‘caça da aurora boreal’ (porque) que é um sonho desde sempre – além de ver lava de vulcão.

Quantas vezes eu achei que um destino deveria ser incrível e quando fui pesquisar certinho, não era tudo isso.

É muito importante essa parte porque, de nada adianta eu separar dinheiro e tempo sendo que ao chegar lá, não é nada do que eu esperava.

E isso é comum viu, criarmos expectativas com comentários que ouvimos sobre um lugar e para nossa percepção fica a desejar.

Portanto a dica máxima é: pesquise muito sobre onde você vai depositar seus sonhos!

E onde pesquisar? Sites do próprio destino, outros blogs de pessoas que já estiveram por lá, sites de avaliações de viajantes como o Trip Advisor, etc…

Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve
Planejamento pré viagem

PASSO 2 – Definir quando

Então eu já tenho um objetivo e um motivo junto com período pois, eu quero ir nos meses em que é possível visualizar a aurora boreal.

Mas preciso ser mais específica, já que esse fenômeno ocorre durante alguns meses no ano, então coloquei que vai ser meu presente de aniversário de 40 anos, ou seja, tenho 4 anos para me ‘preparar’.

Quem consegue marcar as férias também deve se atentar a esse detalhe do quando, supondo que você queira visitar a Alemanha durante a Oktoberfest (setembro-outubro), não vai marcar férias para Abril né?

Booking.com

PASSO 3 – Definir estilo da viagem

Como assim estilo?

O seu estilo de viagem diz muito sobre o quanto você vai precisar de recurso (passo 4) para se preparar. Econômico, custo x benefício ou luxo?

Prefere ter um guia particular ou os locais que vai possuem estrutura para que consiga ir por conta própria? Dividir quarto, privativo ou aquela varanda incrível é indispensável para você?

Também é bom definir aqui quais atividades fazer no destino, isso impacta e muito no orçamento e também já cria uma base para seu roteiro e essas preferências são totalmente pessoais e o custo da viagem está diretamente ligado ao seu estilo de consumo.

Através dessas definições, já é possível definir tipo de hospedagem, transporte, passeios, alimentação etc.  Soma tudo e divide pela quantidade de dias que irá ficar viajando e pá! Definiu o custo por dia de viagem.

Ainda não tem muita ideia do que vai fazer e prefere deixar isso para o roteiro? Ok!

Existem muitas ferramentas que ajudam a ter uma ideia do quanto precisamos para realizar uma viagem, algumas delas:

– quantocustaviajar.com

– numbeo.com (em inglês)

– priceoftravel.com (em inglês)

Também pesquiso com quem já foi para o local, se a pessoa lembra quanto foi no geral etc

Além claro, de verificar pacotes prontos, assim também consigo ter uma ideia de valores.

PASSO 4 – Definir recursos

De cara tomei um baque com os valores mas, sonho é sonho e foi justamente por ser uma viagem mais cara que deixei o prazo mais longo, quero aproveitar ao máximo a experiência, mas no estilo custo x benefício.

Para isso me programei a separar um valor mensal somente para essa viagem, assim não corro risco de comprometer toda minha renda e limite de cartão com parcelas e mais parcelas.

O que levar em conta como recurso:

– Moeda local: cotação, ir comprando aos poucos para não pesar;

– Passaporte: se é obrigatório e se estará válido até a viagem;

– Visto: se é obrigatório, valor, processo e prazo;

– Vacina: quais vacinas são obrigatórias, quanto tempo antes tomar;

– Sua saúde: nem preciso explicar né?

parao blog

PASSO 5 – Ação

Sem ação não adianta nada planejar, concorda?

Ainda no meu exemplo, tenho 4 anos para me programar financeiramente minha ida à Islândia.

Já sei o quanto vou gastar, ou pelo menos tenho uma boa base e, levando em consideração que ainda tem alguns anos para a viagem, preciso pensar também em um extra nesses valores, devido inflação, etc.

Já pesquisei sobre a moeda local também e quanto mais ou menos eu deveria levar.Com todas essas informações, o que mais eu posso adiantar?

A compra de papel moeda do local a ser visitado, posso ir acompanhando a cotação dessa moeda e daí eu vou saber quando ela vai estar em baixa (mais em conta) e comprar de pouco em pouco, assim, ao final de 4 anos, eu terei um montante considerável sem me comprometer de uma vez só.

Ao mesmo tempo, junto uma grana por mês, tipo um fundo para a viagem, para aproveitar a tal promoção que eu nunca sei quando vai acontecer.

Esse dinheiro fica lá, quietinho, só recebendo mais e mais, toda vez que possível, posso pegar um pouco desse fundo para a compra de moeda local por exemplo e se for o caso, aproveitar uma promoção de passagem e/ou hospedagem.

Crie alertas de preços nos mais diversos sites disponíveis, é possível criar alerta de passagens, hospedagem e cotação de moeda estrangeira, assim fica mais fácil acompanhar a variação do mercado.

Basta se cadastrar, fazer uma cotação nas datas que precisa e local, normalmente os sites já abrem um banner convidado você a criar esses alertas.

O mesmo para site de câmbio, você pode escolher entre receber avisos diários, semanais ou somente quando a moeda atingir determinada faixa de valor.

Ajuda e muito vai! Alguns links para adiantar:

PASSAGENS

Passagens Promo

Passagens imperdíveis

Google flights (dá para pesquisar histórico de valores do vôo)

– Kayak

Skyscanner

Vale dar uma pesquisada diretamente no site da cia aérea, caso algum vôo esteja com preço bom, só para comparar mesmo.

HOSPEDAGEM

Trivago

Booking

– Hotel Urbano

– Hostelworld

CÂMBIO

Meu câmbio

Melhor câmbio

– Confidence câmbio

SEGUROS

Você pode contratar seguros:

– Diretamente com a operadora do seu cartão de crédito;

– Com seu plano de saúde;

Seguros Promo

– Outras operadoras de seguro especializadas em viagens.

Será que é muita coisa mesmo?

Nossa, mas é muita coisa e eu nem vou comprar ainda.. precisa mesmo disso tudo agora?

Sim, realizando esses passos, você está antecipando a parte, sabemos que na prática uma coisa ou outra muda mas, imagina o seguinte cenário:

– todo meu ser deseja ir para a Islândia;

– surge uma promoção que se diz incrível de aéreo ou de pacotes de receptivo local, mas incrível mesmo do tipo alegando 40% de desconto;

– passo o cartão de crédito o mais rápido possível para não perder essa chance;

– daí percebo que o período para uso do benefício é fora dos meses que ocorrem a aurora boreal, atração indispensável pra mim;

– que eu não tenho nada de recurso para comprar a moeda local ou então pagar as outras despesas da viagem porque comprometi meu limite do cartão com a tal promoção incrível;

– meu passaporte está vencido e não tenho as vacinas em dia;

– resumindo: um elefante branco na mão e ao invés de virar um sonho realizado, vai ser um pesadelo com o rombo no orçamento e correria desnecessária.

Se eu tivesse feito os passos:

– teria percebido sobre o período que não era o mesmo que eu queria;

– teria noção se a promoção é realmente boa pois já saberia mais ou menos os valores de tudo que eu gostaria de fazer por lá;

– se eu quisesse aproveitar a promoção ficaria tranquila pois teria meu fundo disponível para pelo menos grande parte da despesa inicial;

– ficaria tranquila também quanto ao dinheiro a ser gasto lá, uma vez que estava já juntando a moeda local;

– estaria já separando roupas e itens para fazer a mala.

Por que planejamento pré viagem?

Planejar ajuda a não meter os pés pelas mãos, não deixa você gastar sem necessidade e a ter uma melhor experiência da viagem.

Ninguém merece ir para uma viagem dos sonhos e ficar tendo pesadelo ou mini infarto quando chega a fatura do cartão, sentir-se desconfortável em estar no destino ao invés de aproveitar com tranquilidade.

cropped-ezywatermark1811111003221122.png

Cursos:

Viaje Pagando Menos

Vamos Viajar?

Como viajar para qualquer lugar

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.