Santiago parte 4: Cajon del Maipo e Embalse el Yeso

3º dia – Cajon del Maipo e Embalse el Yeso

E no 3º dia de viagem, e o segundo de passeios, em Santiago no Chile, fui para Cajon del Maipo e Embalse el Yeso, sim, são lugares diferentes.

Mais uma vez me dirigi até a agência (a pé) para alugar somente calçados desta vez e aguardar a van que ia subir até os dois destinos, de Santiago foram cerca de 70km de estrada tranquila, bem menos curvas do que a ida para Parque Farellones.

De qualquer maneira, quem enjoa deve levar o remédio aqui também, eu fui de boa dessa vez.

O pessoal levou maçã para comer em caso de enjoo, achei ótima a dica, apesar de ninguém ter precisado …

O que vestir

Para este passeio não senti falta de roupa impermeável, só a bota foi suficiente, nem é um lugar em que as pessoas brincam na neve, é mais contemplativo.

Vesti a bota impermeável, meias comuns, calça jeans, blusa térmica, suéter, cachecol, luvas, casaco, gorro e protetor solar no rosto.

Inclusive, este é um tipo de passeio que normalmente é cancelado quando há nevasca justamente por ser perigoso com muita neve, estamos falando de um lugar ladeado de montanha e que represa o gelo derretido, ou seja, uma represa de água oriunda da neve.

Longe do período de neve, é possível subir ainda mais para as piscinas térmicas, em Termas Colinas

oquevestir
Frio na sombra, morno no sol – San Jose del Maipo

O caminho para Cajon del Maipo

O passeio todo tem algumas paradas: supermercado (snacks e banheiros), cidade San Jose del Maipo, Túnel Ferroviário del Tinoco e Embalse el Yeso.

No caminho paramos em um supermercado para usar os banheiros e o guia comprou os itens para fazer nosso picnic no final do passeio. nhami

caminho
Vista do caminho (foto de dentro da van).

Tunel del Tinoco

Subimos maaais um pouco e para a próxima parada no Túnel del Tinoco, uma antiga passagem de trem hoje desativada mas que muitas pessoas afirmam terem ouvido murmúrios e barulhos durante a passagem a pé por ele, que é totalmente escuro!

Talvez essas histórias tenham surgido depois que Willy Rojas tirou sua própria vida nesse lugar, inclusive ao final do túnel há um memorial em homenagem a ele, com muitas fotos e itens relacionados à ele e o time que ele torcia. 

Túnel del Tinoco
São 500 metros de túnel preservado ainda, andamos até o outro lado.

Cajon del Maipo

A Região de Cajon del Maipo é uma graça, paisagens lindas. Paramos em San Jose del Maipo, para dar uma volta a pé e comer algum lanche antes de subir mais um pouco, vi apenas um lugar pra comer durante caminhada em volta da represa, então é bom comer algo aqui ou levar. O próprio motorista da van e o guia indicaram aonde era mais em conta comer as empanadas e onde acharíamos lojinhas.

Bem estilo cidade pequena em volta da Praça principal com uma igreja, só que cercada pela cordilheira, para onde olhávamos era montanha, muito lindo!

San Jose del Maipo
Olha ai a botinha – sempre aquela paisagem linda ao fundo

Cidade abandonada

No caminho ainda para Embalse el Yeso, passamos pela cidade abandonada, Las Cascaras, são construções em que os trabalhadores da represa (embalse) se abrigavam na época de sua construção e depois virou base militar.

Atualmente o local está abandonado e bem deteriorado.

Embalse el Yeso – A Represa

Pertinho das Cascaras já estava o início da represa Embalse el Yeso. Quando fui tinha bastante gelo ainda e não era permitido seguir com veículos após um determinado lugar, meio que virou um estacionamento de tanta van e micro ônibus que tinha por lá.

Combinamos um horário de retorno com o guia a cada um partiu caminhando no seu ritmo.

Eu não sei nem como descrever o cenário de tão lindo que é. Embalse el Yeso fica a 2.500 metros de altitude e é uma represa que recebe o degelo das montanhas à sua volta e abastece Cajon del Maipo e toda a cidade de Santiago.

Dependendo da luz, a água fica verde esmeralda ou um azul maravilhoso, por sorte estava céu limpo e um sol que fez tudo ficar ainda mais incrível! A água represada forma um espelho das montanhas em volta com seus picos cheios de neve ainda, é sério ,muito lindo mesmo.

As fotos falam por si.

Neve derretendo
Compara o tamanho da pessoa ali perto desse paredão com água metade escorrendo, metade congelada.
Céu azul em el Yeso
O dia estava maravilhoso e perfeito para ir a Embalse el Yeso.
Embalse el Yeso
Aquela selfie

Andei bastante (mesmo) e não queria parar mais, cada curva passada era um ângulo diferente do lugar, hora ficava com calor, hora ventava gelado, cortando.

Ainda bem que não parei de andar, ao chegar em um lugar mais aberto, onde dava para ter o lago da represa dos dois lados, havia um casal tirando fotos profissionais (cobrando claro) e uma bandeira do Brasil S2, eles tinham uma impressora com bluetooth.

Ele tirou cerca de 10 fotos minhas e eu escolhi 3, ficou 10mil pesos as três. O próprio fotógrafo dava dicas das poses e nem preciso dizer que adorei.

Voltei toda feliz e contente com as minhas fotos e restante do grupo, prontos para o picnic preparado pelo guia, com direito a brinde com vinho e tudo!

Booking.com
Obs: o grupo de whatsapp existe até hoje
Do lado esquerdo é possível ver um pedaço do memorial para o Willy na saída do túnel.

Este é o tipo de passeio que eu repetiria, inclusive em outra estação para ver a mudança da paisagem e conseguir subir mais ainda, nas termais. Afinal, gostamos de desculpas para voltar né non?

 

*Outros textos sobre Santiago:*

Parte 1 – O que fazer sozinha em Santiago

Parte 2 – Parque Farellones

Parte 3 – Transporte Público em Santiago

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.