Esmalte Viajante

É possível e muito divertido viajar sozinha, sua própria cia basta e é incrível!

Cachoeira do Tabuleiro – MG

Cachoeira do Tabuleiro – MG

A Cachoeira do Tabuleiro era uma atração que estava no roteiro de Serra do Cipó como must go, faria de tudo para visitar.

Essa cachoeira fica na Serra do Espinhaço, dentro do município de Conceição do Mato Dentro que possui muitas outras atrações e merece um pouco mais de atenção. Se possível inclua essa cidade no seu roteiro quando for à Minas Gerais, uns dois dias pelo menos.

Parque Natural Municipal do Tabuleiro

– Entrada: R$10,00 por pessoaa / R$5,00 por pessoa para acesso somente ao mirante;
– Entrada permitida: Parte baixa: 8h às 14h / Parte alta: 8h às 11h / Mirante: 8h às 15h;
– Contato: @parquenaturaltabuleiro / (31)3868-2223
– Conta com estacionamento, banheiros e bica com água natural.
– Acesso a: Mirante, poço e parte alta da Cachoeira do Tabuleiro.

Seguindo em frente, na mesma estrada que deu acesso à Estátua do Juquinha, cheguei a Conceição do Mato Dentro, onde encontra-se a Cachoeira do Tabuleiro. Obs: viagem realizada com carro alugado.

MapaCachoeiradoTabuleiro
Caminho a partir da Estátua do Juquinha em direção à entrada do Parque, passando pelo centro de Conceição do Mato Dentro.

Logo na entrada da cidade é possível ver o Posto de Atendimento ao Turista e recomendo fortemente passar por lá antes de ir a qualquer uma das atrações que essa cidade tem, e são muitas viu.

Lá é possível coletar material informativo, mapa e também se atualizar qual atração está aberta ou não devido ao clima/chuvas. Foi lá que confirmei o fechamento das trilhas do Parque do Tabuleiro e de outras possíveis atrações que poderia com o tempo que sobrou.

Cachoeira do Tabuleiro

A Cachoeira do Tabuleiro fica a 21km de Conceição do Mato Dentro, pertinho do Parque Estadual da Serra do Cipó. Tem 273 metros de altura, sendo a maior queda de MG e era a terceira maior queda do Brasil, mas recentemente outras cachoeiras foram medidas e esta agora é a 7ª maior queda do país.

mirantecachoeiradotabuleiro
Foto espelhada

 

O local possui caminhos para acesso, a pé, carro, bike e conta com 3 trilhas: A Trilha do Mirante, a Trilha do Alto da Cachoeira e a Trilha do Poço da Cachoeira. Há quem faça a travessia pela parte alta vindo de Cubas ou Salto, daí paga a taxa na portaria, além de um seguro contra acidentes.

Mirante Cachoeira do Tabuleiro

Todas as trilhas estavam bloqueadas para segurança dos visitantes, uma vez que o rio transbordou e era arriscado ultrapassar, portanto só ficou livre o acesso ao mirante. Só? É lindo demais. Fiquei emocionada.

Mirantecachoeiratabuleiro
Felicidade dupla: uma das maiores quedas d’água do país e um campo cheio de Chuveirinhos! (Foto espelhada)

Na portaria é preciso preencher uma ficha e pagar a taxa, vão colocar uma pulseira com número de identificação e tá liberado.

A caminhada da portaria até o mirante é subida com bastante pedra e terra, vá de tênis e fôlego. Não é tão ingrime mas confesso que cansou, chegando no mirante é possível entender porque tantas pessoas adoram esse parque.

Apesar do dia estar nublado a vista é maravilhosa. Diversos pontos onde é possível sentar e apreciar a natureza e essa cachoeira incrível.

chuveirinho
Minha foto favorita nesta viagem: ao fundo Cachoeira do Tabuleiro e ao meu lado o Chuveirinho (sempre-viva)

Em um desses momentos de contemplação eu avistei a planta que eu mais gostei no cerrado, a sempre-viva conhecida como Chuveirinho, foi felicidade completa! Fique um tempão tirando fotos com este único e depois achei um campo cheio deles kkkk

Uma das partes famosas, além da beleza e tamanho, desta cachoeira é o formato de coração do paredão, dá para perceber certinho.

coração tabuleiro
Formato de coração do paredão

A estrutura e staff local são ótimos, tinha até um segurança perto do mirante e é muito bom ver que vale a pena pagar pela entrada e que está sendo utilizado de forma correta. Além de informarem tudo pelo perfil no Instagram, achei mara.

Dica de roteiro

Mal vejo a hora de poder voltar e concluir as trilhas, contudo faria um pouco diferente. Ficaria hospedada em Conceição do Mato Dentro para poupar o tempo e cansaço de pegar estrada que é bem sinuosa com pista simples, estilo subindo a serra para quem é de SP capital.

A subida até o mirante realmente me deixou ofegante e acendeu o alerta para melhorar a condição física, então ao fina de tudo meio que agradeci não poder fazer as trilhas pois acho que seria demais as duas trilhas, uma mais puxada e outra mais ou menos, do Parque Natural Municipal do Tabuleiro.

É preciso respeitar os limites do nosso corpo, se esgotar assim e depois ainda pegar estrada ia ser muito arriscado, afinal, vamos para nos divertir, certo?

Leia mais:

Roteiro Serra do Cipó – 4 Dias

Sozinha na Serra do Cipó

Um comentário em “Cachoeira do Tabuleiro – MG

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Voltar ao Topo
Seguros Promo
%d blogueiros gostam disto: